terça-feira, 25 de setembro de 2012

Whispers...




Sussurre em meus ouvidos,
Quero sentir tua presença.
Sinta meu abraço,
Diga-me que em nossa estória não cabe adeus.
Descobri a felicidade na simplicidade.
Essa união e sintonia, cada silêncio uma revelação.
Sussurre e o mundo será nosso,
Que nada e nem ninguém adentre em nosso pequeno mundo.
Minha vida elo da tua.
A paz, o sossego, a simplicidade e o retorno que tanto buscamos.

domingo, 23 de setembro de 2012

Humanos?


Certa vez escutei um refrão : “ Quantos mundos mais ele tem que destruir ? ” A partir daí eu analisava : O que existe no ser humano que enxerga somente a maldade, a destruição, sentimentos mesquinhos e total ignorância dentro de si ? Sempre quis entender : Porque o “ser humano” é tão desumano com o seu próprio semelhante ? As pessoas acham que pessoas como Madre Tereza de Calcutá, Betinho, Ghandi, Lady Diana Spencer e outros mais, são pessoas muito especiais, quando na verdade, eles apenas são o que todos nós deveríamos ser... Me envergonha saber que o mundo materialista em que vivemos torna o “ser humano” capaz de negar abrigo, carinho, solidariedade, amor e sentimentos tão nobres a alguém tão semelhante a si, diferenciado apenas pelo poder aquisitivo de bens materiais. É tão lamentável perceber que estes mesmos seres desamparados reviram lixos para seu próprio sustento e de sua família. Épocas como Natal são boas para fazer campanhas solidárias, mas e durante todo o restante do ano ? O ser humano constrói armas pensando em PAZ ? A podridão de nossos governantes nem mais questiono, porém, o que fazemos em prol dessas criaturas que vivem esperando apenas ver dias começarem e acabarem, sem esperança, sem amor, sem respeito e até mesmo sem dignidade ? Infelizmente essa é uma situação que tem feito parte da história deste mundo, que se gaba de tecnologia, de novos milênios e séculos, porém, a vergonha parece não estar atingindo a consciência de nós, pobres e tolos “seres humanos”...
(escrito por Vanderley, mas certamente, pensamento também de muitos “seres humanos” que percebem que ainda podemos fazer algo).  NÃO PODEMOS ??

quinta-feira, 20 de setembro de 2012


Mas que a vida seja sempre bela, tranquila e nos traga motivos para sonhar a cada novo dia...

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Afinal, aprendi a conversar no silêncio. Basta olhar na mesma sintonia!!!

domingo, 9 de setembro de 2012

Sob o silêncio...


Vou buscando num olhar tão longe, acompanhando a linha do horizonte e ainda assim não te sinto ao meu alcance. Velhos planos buscando um mesmo caminho, já sinto tanta saudade, quando olhávamos na mesma direção. 
Onde se encontra a dona do meu coração? 
O silêncio traz perdas irreparáveis  em determinados momentos. Não é como o mesmo silêncio de longas conversas e entendimento. Eu apenas sei que cantarolo esses versos, afinal, ele me traz um pouco de você e sua encantadora forma de ser. A brisa sopra trazendo o anoitecer, me recordo de coisas que novamente queria viver. 
Meu doce terraço, de onde contemplo o luar, subi aqui para te chamar. Me sinto confuso, sozinho e ainda assim sereno. Doce veneno essa sintonia que alimenta e faz viver. Eu apenas sei que tenho lembranças intensamente lindas e onde quer que eu esteja, eu as carregarei comigo. 
Onde quer que eu esteja, por todos os dias de minha vida...
Ainda que eu não realize, tenho a felicidade de ter um sonho. Algo que não mais havia em mim.